Hora de Mudar

2014, que ano!

2014, que ano!

2014, que ano!

2015

2014, que ano!

Desde que comecei esse blog no último dia de cada ano tento expressar como foi o ano que termina e principalmente as expectativas para o ano seguinte.

Nos anos anteriores os textos falavam de mudanças e as esperanças eram o tom das palavras.

Recordemos os outros textos desse blog: em dezembro de 2009 – (2009 → 2010 QUE VENHA  “2010”, ESTAMOS PRONTOS), em dezembro de 2010 – (Novo ano, nova década, nova Era, Hora de Mudar – QUE VENHA A NOVA DÉCADA, ESTAMOS PRONTOS), em dezembro de 2011 – (Vamos mudar? Feliz foi o Ano Velho – É hora de mudar e Feliz Vida inteira para você), em dezembro de 2012 – (2013 – Ano novo, HORA DE MUDAR – 2013 será um ano de grandes mudanças no mundo, no Brasil e em cada um de nós, queiramos ou não, pois é HORA DE MUDAR), em dezembro 2013 – (2014 – Hora de Mudar – Precisamos do novo, de ideias e pessoas que compreendam esse novo momento do Brasil e da humanidade. Lembre-se: “SÓ QUEM SONHA REALIZA SEUS SONHOS” SONHEM MUITO).

2014 foi um ano no mínimo estranho. Foi um ano onde, nós brasileiros, tivemos vários choques de realidade.

Já não somos mais o país do futebol e tivemos que engolir a vergonha dos 7×1 e depois 3×0 numa Copa do Mundo feita em casa e vamos ter que conviver com 12 estádios de alto nível arquitetônico, mas com baixo nível de futebol e de público, a grande maioria verdadeiros “elefantes brancos”.

Depois assistimos uma das piores campanhas eleitorais da nossa história, com a queda estranha de um avião matando um dos candidatos, reviravoltas, mentiras e mais mentiras, e sem nenhum esclarecimento da real situação econômica/social que o Brasil está vivendo.

E como deixar de falar do “Petrolão”? Para quem já defendeu bandeiras como “A PETROBRÁS É NOSSA” vê-la nessa posição de joelhos por conta de quem devia estar defendendo-a é muito triste. E pensar que lutávamos contra os interesses dos “gringos” que não queriam que tivéssemos petróleo, santa ingenuidade nossa.

Mas no meio dessa lama toda vejo o nascer de linda flor. Sinto no ar o despertar das consciências, de um crescente inconformismo como esse estado de coisas, e “uma insatisfação saudável com aqueles que querem serem donos do nosso destino. Ao mesmo tempo em que as safadezas da Petrobras nos deixam estarrecidos, elas também nos informam que, de verdade, donos do nosso destino somos nós mesmos”.

Temos que reagir e exigir o cumprimento das leis definidas pelo jogo democrático.

Temos que parar de ter o nós contra eles. Lembro-me que um tempo não muito distante que éramos um só Brasil sem divisões.

Por que eles insistem em nos dividir?

Simples: dividir para dominar.

Espero que esse processo de mudanças siga em frente e que tiremos lições dessas “derrotas” e mudemos para melhor.

2015 tem que ser a HORA DE MUDAR.

Vamos em frente que atrás vem gente. Vamos com determinação, alegria (temos que recuperar nossa alegria), com coragem e que no final do próximo ano possamos estar comemorando o RENASCER de uma nova realidade.

UM BOM REVEILLON À TODOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + um =