Hora de Mudar

Imagina, ele não tem nada a ver comigo

Imagina, ele não tem nada a ver comigo

Imagina, ele não tem nada a ver comigo

Será que não tem nada a ver mesmo?

Você pode até achar que não daria certo, mas se deu uma chance?

Muitas deram uma segunda, terceira, quarta chance para caras que pareciam não  ter nada a ver, mas tinham e continuam tendo.

Hoje na época dos apps e rede sociais as histórias de primeiros encontros desastrosos não faltam nas conversas da família, das amigas, do trabalho, da escola, no barzinho ou na cabeleireira.

Antes que se coloque a culpa na tecnologia é bom saber que mesmo antes quando a paquera era feita na missa de domingo, no bailinho na garagem, na escola e no trabalho acontecia exatamente a mesma coisa.

Então não perca a fé e esperança nos apps, nos homens, nos relacionamentos, e dê uma segunda chance para o encontro “desastroso”.

Todo mundo tem um tipo ideal e especifico de parceiro que acha ideal, que construímos em nossa mente e quando você resolve dar continuidade a um encontro que considerou um desastre, vai modificando aquela situação que inicialmente parecia não ter futuro.

Que tal então olhar com mais atenção para aquela pessoa?

Talvez não seja um Brad Pitt (agora depois da separação dele você sabe que ele também tem um monte de defeitos e que o casal está querendo se dar uma nova chance), mas é tão atencioso, te faz rir, é inteligente, te valoriza, etc…

Vamos deixar as implicâncias ou contratempos no primeiro encontro de lado e não vai se arrepender.

Você é daquelas que costuma categoricamente dizer que quando conhece alguém é ou sim ou não e de repente conhece alguém que é TALVEZ. Começa conversar, mas logo chega à conclusão que não tem nada em comum em vários sentidos. Ele é corintiano e você palmeirense, você detesta cigarro e ele é fumante inveterado, você é empreendedora ele mais tranquilo, etc.

Tente, converse mais e vai encontrar muitas outras qualidades que num primeiro encontro nem sempre aflora. Ele não é mais tranquilo é mais racional, se tiver jeitinho aos poucos ele vai abandonar o cigarro só para te contentar, e não é tão feio assim agora que está olhando de mais perto. Talvez tenha que conviver com o fato de ser corintiano, mas é um sacrifício pequeno em troca de ter seu grande amor para a vida inteira.

Você se separou há pouco tempo e nada estava querendo nada com ninguém e um dia numa reunião do condomínio nota a presença de alguém que te chama atenção pela forma. Não passa disso e de vez em quando, muito de vez em quando, cruzam no elevador, e apesar de mostrar interesse oculto ele a trata apenas com vizinha. Aparece uma oportunidade e conversam. Você coloca que só quer uma amizade e todos os outros papos acabam sendo sobre trabalho, acontecimentos do condomínio. Você desiste por que ele simplesmente está respeitando suas vontades expressas e gostaria que ele tivesse sido mais ousado? De uma segunda chance, vai se surpreender.

Ele já era formado com consultório e atendia a família toda. Você uma jovem de 18 anos que tinha sonhos de príncipes encantados. A família toda percebia o interesse dele em você e quando te falavam dava de ombros, não queria nem pensar na ideia. Ele sempre muito amável e atencioso e você sempre arisca. Começou a namorar e as insinuações pararam, mas ele sempre conversava com sua mãe que tinha muito apreço a ele. Quatro anos depois tinha desmanchado o namoro, as insinuações voltaram e como estava perto do réveillon ligou para ele para desejar um Feliz Ano Novo, e esperando um convite para festejar junto. Ele simplesmente agradece e retribui e nada de convite.

Que bocó pensa você, não tem nada ver comigo.

Mas no carnaval ele recebe visitas de parentes que moram no exterior e ele convida seu irmão, esposa e você para acompanha-lo para mostrar a eles nosso carnaval e as praias. Você reluta, pensando que vai fazer par com ele, e que serão quatro dias de penitencia.  Com a insistência de sua cunhada aceita ir, e acaba sem saber dando-se uma nova chance.

Surpresa!!!! Ele além de atencioso contigo, não tinha nada de bocó, era bem divertido e inteligente. Na volta combinam de sair uma noite para jantar e acabam engatando um namoro, casamento.

Afinal que espera sempre alcança.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − 1 =