Hora de Mudar

Namoro à distância

Namoro à distância

 

***

“Não é a distância que mede o afastamento” – Antonie de Saint-Exupéry

“A distância é como os ventos: apaga as velas e acende as grandes fogueiras”. – Machado de Assis

“Cada qual sabe amar a seu modo; o modo, pouco importa; o essencial é que saiba amar”. – Machado de Assis

“Se você ama alguém, deixo-o livre; se ele voltar, ele é seu; se não, nunca foi”.- (Richard Bach)

“A distância faz ao amor aquilo que o vento faz ao fogo: apaga o pequeno, inflama o grande”. – Roger Bussy-Rabutin

 

 

Com o advento da internet o mundo ficou ainda menor e o curioso é que num passado não muito distante era exatamente isso que diziamos com o advento das ferrovias, das cartas, dos navios, do telefone, dos aviões, dos celulares. O que virá ainda?

A globalização nos colocou realmente numa grande aldeia e é cada vez mais natural que ofertas de oportunidades apareçam em locais longínquos e ao contrário do que ocorria no passado podemos tentar aproveitar essas oportunidades sem quebrar os vínculos que já temos sejam familiares, amorosos ou profissionais.

Também conhecer alguém que viva numa região distante que nos encante e com quem queiramos estabelecer uma relação mais forte hoje com a internet passou a ser possível e está se tornando cada vez mais comum.

Aí normalmente vem as perguntas: É possível relacionar-se assim à distância? Um relacionamento assim tem futuro ou é pura fantasia?

Namorar à distância é um assunto polemico com pessoas a favor e outras que são contra. Mas entendamos: namoro à distância não é namoro virtual, há o conhecimento pessoal e físico dos parceiros apenas que ocasionamente estão separados por uma distância física que se supõe provisória.

Pode não ser ideal, mas o dia a dia nos mostra que sim, é perfeitamente possível namorar a distância, com a internet hoje permitindo se expressar escrevendo, falando e vendo e isso facilitou muito as vidas das pessoas.

As estatísticas, dos países que as tem, mostram que o número de casais formados e mantidos com o apoio da facilidade da internet hoje ultrapassa todos os outros meios de inicio de relacionamento.

Temos que quebrar os preconceitos e procurar entender que o mundo virtual não é muito diferente do mundo real e que os cuidados que as pessoas precisam ter são os mesmos de um  namoro tradicional.

O que acontece é que mesmo sendo possível o namoro a distância não é para todo mundo, ficar longe, não poder tocar, sentir a pessoa amada e tudo mais, não é tarefa fácil para muitos, chegando ser cruel.

Temos também que perceber que muitas pessoas encaram este estilo de relacionamento algumas por opção e outras por necessidade. Muitas vezes um namoro começa um do lado do outro e por alguma razão um dos parceiros é obrigado a se deslocar para longe e não vêem nenhum motivo para encerrar um relacionamento feliz para ambos.

Com certeza os maiores desafios para que o namoro à distância tenha sucesso são a desconfiança, a saudade e o medo de traição. Para se manter esse tipo de relação é preciso muita compreensão, confiança e auto estima e nem sempre atende as expectativas de todos envolvidos. Se um dos parceiros for possessivo, por exemplo,  certamente não irá se contentar com esse modelo de namoro.

O que tem se visto é que uma relação à distância dura um ano, um ano e meio, no máximo dois anos, tempo suficiente para as pessoas optarem por ficarem juntas ou pelo término do relacionamento.

Devido a distância física é reciso amenizar a situação com criatividade e brincar nas conversas. Atualmente ter a possibilidade de ver a pessoa através da câmera veio ajudar muito a atenuar essa ausência física.

O que mantém um namoro à distancia é a possibilidade dele se tornar um relacionamento real, pois por mais que ele seja incrível nunca vai substituir a realidade do viver junto.

Viver em busca de um parceiro e ter relacionamentos que nunca se concretizam só aumenta o risco de desilusões e problemas no futuro. Cuidado com seu excesso de ilusão para cair em perigosas armadilhas, fique atenta, aliás, como ficaria se fosse um namoro real.

Use seu sexto sentido, se estiver diante de um dilema assim cheque seus sentimentos, desejos e sonhos e pense se quer mesmo mudar de vida para viver perto do seu amor, se atende suas reais necessidades, se mudar de cidade ou mesmo de país não vai te prejudicar profissionalmente e também se a outra pessoa  quer fazer toda esta modificação na vida dela, uma vez que o objetivo final será ficarem juntas.

Numa relação à distância confiar é muito mais importante que numa relação normal. Os dois estarão sozinhos no dia a dia, mas lembre-se que problemas de traição não está nos quilômetros que os separam e sim no respeito e índole das pessoas envolvidas. Quem quer trair, trai na outra esquina, atrás da porta, no trabalho. Confiança depende do amor, da maturidade e confiança mútua.

É importante continuar com a vida social. Sair com amigos, ir a uma festa, não é trair. Traições não acontecem porque não há quem vigie, mas porque algo na relação não está bem.

É preciso pensar bem e se perguntar: este tipo de relação é para você? Para muitos casais é possível e são felizes, mas não é por que um casal consegue que todo mundo também conseguirá.

Se você não tolera tudo que a distância impõem não insista.

Consegue confiar?

Não sentir ciúmes?

Só ver a pessoa amada com data marcada?

Aceita que ela nem sempre vai estar presente em datas importantes?

Só você e mais ninguém será capaz de dizer se esta é uma relação adequada a sua personalidade e ao seu estilo de vida, ou não.

 

 

Pense e mude, mude de vida ou de relacionamento.

 

 

 

 

 

 

 

One thought on “Namoro à distância

  1. elaine

    Olá, Graças aos recursos tecnológicos não há mais longas distancias… o que há é a vontade de conhecer pelo tato quem está do outro lado da câmera ou a saudade de quem está do outro lado e “momentaneamente” fora do alcance dos braços e abraços… As oportunidades surgirão. Como vc disse, é preciso confiar e ter paciência para esperar com os braços abertos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − oito =