Hora de Mudar

Não se faz mais homens como antigamente. . . nem mulheres

Não se faz mais homens como antigamente. . . nem mulheres

Não se faz mais homens como antigamente. . . nem mulheres

 

 

paris fim da guerra

Não se faz mais homens como antigamente. . . nem mulheres.

No inicio desta semana, através do noticiário, fiquei sabendo que mais uma jovem mulher, trabalhadora, bonita, tinha sido morta e pior esquartejada, colocada numa mala pelo seu companheiro (ou seria inimigo?) e jogada numa ribanceira de 27 metros na mesma represa em que outra jovem mulher, advogada, inteligente, bem sucedida também tinha sido lançada com carro e tudo.

Como tomar conhecimento de algo que parece estar se tornando corriqueiro e aumentando e não fazer nada?

Resolvi então, que deveria fazer alguma coisa e cheguei a conclusão que seria falar sobre o assunto para dar uma alerta a todas mulheres conhecidas ou que me seguem neste blog.

Mais que um alerta é uma satisfação, um pedido de desculpas pelos que ainda não entenderam o verdadeiro papel da mulher nos nossos tempos e tentar deixar claro minha revolta com esse estado de coisas.

Quando as notícias quando estão longe de nós nem tomamos conhecimento ou achamos que nunca vai acontecer conosco, resolvi fazer esse alerta em todos os ambientes por onde circulo, e fiquei mais espantado ainda. Muitas nem tinham conhecimento da notícia (o que é muito ruim), mas 20% (sim, vinte por cento) tinham  caso muito próximos de si, semelhantes para relatar.

Vou ficar só em dois casos que sei que posso mencionar, sabendo que 2 em cada 10 das que vão ler devem ter outros casos para contarem. Vejamos:

“- Na minha rua teve uma garota que também foi morta, esquartejada e colocada numa mala”.

Diz outra presente: “o pior é que o cara era horrível, desdentado e ela bonitinha.”.

Outra história:

“- Minha prima, estudante de Universidade, começou a namorar um carinha de lá, e depois de um mês ele a convidou para passar o final de semana na praia. Ela perguntou se podia levar uma amiga e ele logo respondeu que “claro” então vou levar um amigo também. Na ida, no meio da estrada eles param o carro, para fazer xixi, dizem e adentro no mato cerrado. Como demoravam e com medo que algo tinha acontecido, ou estivessem fazendo algo, a amiga resolveu chamar a Policia pelo celular. Quando os policiais foram procura-los encontraram os dois… fazendo duas covas”.

Nem preciso dizer mais nada, preciso?

Estamos no século 21 e ainda se ouve coisas absurdas por uma mulher estar solteira e não ter filhos, etc.. Parece que no coletivo ainda nos dias de hoje, para uma mulher ser considerada bem sucedida, precisa formar uma família (ser casada, ter filhos, etc.).

BOBAGEM!!!!

A mulher de hoje é jovem, independente e batalhadora. Com seu esforço e trabalho pagou ou paga sua formação, tem pós-graduação.

Compra seu apartamento e vai mobiliando a seu gosto. Tem seu próprio carro e liberdade de ir e vir.

É uma vida simples, mas tudo que tem e conquistou foi por si própria e tem orgulho de tudo que fez e sabe muito bem de tudo que pretende realizar.

Luta bravamente todos os dias, não ganhou nada de “mãos beijadas”, sabe aonde chegou e aonde quer chegar.

É feliz, muito feliz por suas próprias escolhas!

Aí sempre tem alguém que vem com o comentário: “que legal que tem um apartamento novo, mobiliado agora quem sabe você casa”.

Sim ela pode casar depois ou não, mas o casamento não está associado à compra de um imóvel.

MULHERES, não há nada de triste ou solitário, ter onde morar, ter seu próprio canto, do seu jeito e não ser casada.

Pelo contrário é uma grande vitória, uma conquista maravilhosa!

Para quem não sabe é muito complicado pela nossa burocracia atrasada de sociedade, comprar um imóvel sendo solteira. Tem que conseguir, sim tem acredite, uma “Declaração Negativa de União Estável” e ainda aturar os olhares do tipo “coitadinha é solteira” ou as inúmeras perguntas idiotas como:

 “Cadê seu marido?”.

“Você vai comprar o imóvel sozinha, sozinha?”

Ainda bem que você não gosta de crianças”.

“Você tem um cachorrinho?”

Tudo bobagem. Se quiser, ela pode decidir ter um filho, a hora que bem quiser e se quiser, não existe mais tempo determinado ou prazo de validade para isto.

Parece que tudo evoluiu, a ciência, a tecnologia, a medicina, mas a mente humana não parece mesmo que tem regredido.

O pensamento das pessoas e em especial dos homens ainda é muito arcaico, ultrapassado.

No passado, a mulher que se casava em tenra idade, era sinal de que venceu na vida, mas isso tinha uma razão: os pais as sustentavam até os 14 ou 15 anos, e depois queriam um marido para sustentá-la o restante da vida e pois os pais não tinham condições e pensavam quem iria cuidar delas quando morressem.

Agora é o contrário. A grande maioria das mulher brasileira é chefe de família. É independente, se sustenta e sustenta os seus.

Vamos parar de achar de que a mulher precisa formar uma família, para ser bem sucedida? E o seu trabalho? E o estudo? E os bens que conquistou?

E isso tem que começar com vocês MULHERES, solteiras ou casadas (lembre-se o problema não é o estado civil e sim o estado da alma).

No passado a mulher tinha que ser “prendada”. Saber cozinhar, lavar, passar, costurar, bordar e acredite até cantar e tocar piano …rs.

Como diria uma amiga: “Me poupe, para que tudo isso se temos tudo pronto ao alcance das mãos”.

Compre um belo conjunto de panelas sim, mesmo que não cozinhe ou cozinhe com frequência. Vocês merecem um jogo de panelas bonitas para combinar com a decoração da sua cozinha ou quem sabe se faz um jantar, por prazer ou por querer aprender uma nova receita. Para reunir a família, amigos, talvez até impressionar aquele carinha bacana que conheceu.

Vamos, ignore um monte de baboseiras que vive ouvindo. Utilize seu tempo em coisas que realmente importa: você mesmo.

Mulher, você sabe seu lugar no mundo, onde está e onde quer estar.

Não existem mais mulheres “para se casar” e mulheres que “não são para casar”.

Talvez o que os homens de hoje não entenderam ainda que essa nova mulher acredita no amor, no respeito, na amizade, na fidelidade, nos projetos em comum, na sinceridade e no querer bem e analisa se dentro do relacionamento existem ou não esses sentimentos.

Não vale a pena ter alguém a seu lado só por ter. Pior ainda é ter alguém só para sofrer.

Um relacionamento tem que ser para ser feliz, somar, multiplicar e dividir coisas boas, sorrisos, desejos, projetos e sonhos e não subtrair.

Se está com alguém e não está feliz é hora de repensar algumas coisas, é HORA DE MUDAR.

Felicidade é algo que você conquista no dia a dia, convivendo especialmente com você mesmo. Se você não está feliz consigo mesma, outra pessoa não vai conseguir te fazer feliz.

Só você pode te fazer feliz, ninguém pode te fazer feliz, além de você mesma. Não crie falsas expectativas que só por estar com alguém vai ser feliz. Viva a realidade e será feliz.

felicidade

Num primeiro sinal por menor que seja, caia fora antes que seja tarde. Levante a bandeira amarela no menor sinal de que não atende suas expectativas e vá em frente

Cada conquista sua tem muito valor, não as menospreze.

sex and city

 

 

 

Homens, acordem, entendam que não são mais os provedores e não podem mais escolher os caminhos e a vida que elas terão, vão ter que se contentar com a vida que elas querem ter.

Homens, as deixem em paz quando compram seus próprios sapatos, vestidos, carro, casas, joias, e pagam suas contas.

MULHERES VIVAM A VIDA A SEU MODO E SERÃO FELIZES.

 

PS – Antes de publicar o texto sempre dou um tempo para voltar a ler e corrigir, e para distrair acabo de ler na Veja SP mais essa história e veja que o cara não é um desqualificado é quase um Príncipe Encantado e comete as mesmas barbaridades. Muito cuidado isso está virando moda. Leiam a notícia: http://vejasp.abril.com.br/blogs/terraco-paulistano/2015/03/ex-casal-da-sociedade-protagonizam-cenas-de-violencia/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + 13 =