Hora de Mudar

Você é cenoura, ovo ou café

Você é cenoura, ovo ou café

Você é cenoura, ovo ou café

Cenoura, ovo ou café

Cenoura, ovo ou café

Uma filha queixou-se de sua vida a seu pai e de como as coisas estavam difíceis.

Ela não sabia mais o que fazer e queria desistir, estava cansada de lutar e combater, sem nenhum resultado. Parecia que assim que um problema estava resolvido outro aparecia

Seu pai um chefe de cozinha, levou-a ao seu local de trabalho. Ali encheu três panelas com água e colocou cada uma delas em fogo alto.

Em uma colocou cenouras, em outra ovos e na ultima pó de café, deixou que tudo fervesse sem dizer uma palavra, só olhava e sorria para sua filha enquanto esperava. A filha deu um suspiro e esperou impacientemente, imaginando o que ele estaria fazendo.

Cerca de vinte minutos depois, ele apagou o fogo tirou os ovos, a cenoura e o café e colocou em um recipiente, virou-se para a filha e perguntou:

 

  • cenoura, ovo ou caféQuerida o que vê?
  • Ovos, cenouras e café – foi a resposta.

Ele a trouxe mais perto e pediu para experimentá-los.

Ela obedeceu e notou que as cenouras estavam macias, o ovo endurecera e o café tinha um gosto delicioso. Surpreendida e intrigada ela perguntou:

 

  • O que isso significa, pai?

Ele explicou que cada um deles havia passado pela mesma adversidade: água fervendo, só que reagido de maneiras diferente.

  • A cenoura entrara na água forte, firme e inflexível, mas depois de ter sido submetida a fervura ela amolecera e se tornara frágil.
  • Os ovos haviam entrado na água, frágeis, sua casca fina havia protegido seu liquido interior, mas depois da fervura, seu interior se tornou mais endurecido
  • O pó de café, contudo, era incomparável, depois da fervura ele havia mudado a água.

Qual dos três elementos é você?

Quando a adversidade bate a sua porta, como você responde?

Como a cenoura que parece forte, mas a dor e a adversidade você murcha e se torna frágil e perde a força?

Como o ovo, que começa com um coração maleável, com um espírito fluido, mas depois de algo, como a morte, a separação, doença ou demissão, você se torna mais difícil, duro e inflexível? Sua casca parece a mesma, mas por dentro esta amargo e obstinado, com o coração duro e o espírito inflexível?

Ou será como o pó de café, que muda a água fervente, o elemento que lhe causa a dor, quando a água chega ao ponto máximo de sua fervura ele consegue o máximo de seu sabor e aroma.

Minha oração:…

Que Deus o faça como o pó de café que quando as coisas ficam ruins, difíceis, você possa reagir de forma positiva se tornando melhor sem se deixar vencer pelas circunstâncias, fazendo com que as coisas em torno de você também se tornem melhores!

Que diante da adversidade da vida exista sempre uma luz que ilumine teu caminho e a todas as pessoas que te rodeia. Para que possa sempre espalhar e irradiar com tua força, otimismo e alegria o “doce aroma do café”. Para que nunca perca esse cheiro agradável e inigualável que só você sabe transmitir as outras pessoas e transformar a adversidade em algo melhor amparado por Deus.

Somos nós os responsáveis pelas próprias decisões. Cabe a nos, somente a nos, decidir se a crise irá ou não afetar nosso rendimento profissional, nosso relacionamento pessoal, nossa vida.

Ao ouvir outras pessoas reclamando da situação, ofereça uma palavra positiva, mas você precisa acreditar nisso, confiar que você tem capacidade suficiente para superar este desafio.

Espero que nestas semanas que se seguem, quando lhe convidarem para tomar um café você possa repensar e até compartilhar.

Vamos procurar ser café, usando a adversidades para modificar o sabor da nossa vida, fazendo a ser sempre especial.

 

PENSE NAS SUAS ATITUDES E REVEJA O QUE PODE SER MUDADO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − 19 =