Hora de Mudar

Hora de viver e não de sobreviver…Hora de Mudar

Hora de viver e não de sobreviver…Hora de Mudar

Hora de viver e não de sobreviver…Hora de Mudar

 

Hora de Mudar -  Foto:  José Eduardo Boaventura

Hora de Mudar – Foto: José Eduardo Boaventura

Você vai vivendo a vida da melhor forma, tranquilo, certo que está fazendo tudo certo, se achando o máximo e num belo dia algo internamente lhe diz:

“Psiuuuuu… acorde, está se enganando por quê?”.

Isso acontece de repente e sem aparente motivo, mas sua percepção é de que pode estar tomando posições equivocadas e que não vão te levar a lugar nenhum.

Percebe que o mundo evoluiu e você continua arraigado a conceitos antigos e não consegue seguir o ritmo dos outros. Se sente ultrapassado e um sentimento de frustação se abate sobre você.

Aquele mundo de sonhos e fantasias que vivia parece desmoronar todo. Sente um frio na barriga, um calafrio na espinha, um tremor pelo corpo todo. Parece que está vivendo um pesadelo.

Sempre pensou que está no caminho certo e de repente percebe que estava errada.

Aquilo que acreditava como a verdade verdadeira não é bem assim, e que suas opiniões sobre si mesmo e sobre todas as coisas que você acreditava não são necessariamente verdades.

Você começa duvidar de você mesmo e de todas as coisas, das decisões que vinha tomando e de todos seus conceitos.

No primeiro momento que você recupera o folego vai negar essa percepção. Vai continuar com a vida que vinha levando se convencendo que tudo que percebeu tem que se enquadrar na sua vida e não o contrário.

É como se estivesse “cega” com olhos abertos. Finge que não está vendo nada até porque suas percepções são duras e vão requerer muito sacrifício e esforço.

Se você está numa relação amorosa é a mesma coisa. Estava tudo maravilhoso, lindo, só tinha olhos para as qualidades do parceiro e de repente acontece algo internamente que te coloca uma “pulga atrás da orelha”. Vai resistir, mas algo mais forte te desestabiliza e fica muito mal. Afinal, não quer enxergar a verdade.

Vamos, quando você disser para você mesmo “está na hora de mudar”, não resista e mude.

Tenha calma, respire fundo e admita que algo está acontecendo. Não resista a sua percepção. Onde há fumaça há fogo.

Se livre de algumas inverdades, de tudo que está te atrasando. Perceba as novas coisas, que estão aparecendo e que vão te trazer a felicidade. Renova as suas esperanças, pare de se martirizar.

Volte a ver as cores nos cinzas da paixão. Volte a sorrir alto e sorrir com o corpo todo.

Se liberte, mudar vai fazer você crescer, corrigir os caminhos e alterar seus conceitos.

Quanto menos você resistir, mais rapidamente você vai ouvir seu coração novamente pulsar.

Não se iluda a única alternativa à mudança é insistir no erro e se auto enganar nunca dá certo.

Hora de mudar. Hora de viver e não de sobreviver. Hora de ser feliz.

 

One thought on “Hora de viver e não de sobreviver…Hora de Mudar

  1. Cristiane M

    Uma ótica bem interessante do mundo, sábias palavras. A vida está diante dos nossos olhos para agirmos como protagonistas e não como meros expectadores. Saudades das nossas conversas e muito sucesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + onze =