Hora de Mudar

Kinky Boots – Fábrica de Sonhos

Kinky Boots – Fábrica de Sonhos

Kinky Boots – Fábrica de Sonhos

 

Quando as mudanças começam a ser percebida pela maioria é importante sabermos que elas começaram muito antes.

Como que por acaso, fuçando entre os filmes disponíveis no final de semana encontrei um que exemplifica exatamente isso. Pela sinopse que li não me levava a isso, era mais uma comédia sem compromisso para um domingo à noite.

Para minha grata surpresa o filme se supera nos aspecto de como temos que estar atentos às mudanças que vão ocorrendo ao nosso redor, seja no aspecto profissional ou pessoal.

Kinky Boots – Fábrica de Sonhos é baseado em uma história verídica ocorrida em Northamptonshire, na Inglaterra; do mesmo time que fez o interessante filme “Garotas do Calendário”.

Durante décadas, a família inglesa Price produziu requintados e tradicionais sapatos masculinos.

Criado e treinado em todas as atividades da fabrica da família para suceder o pai no comando Charlie resolve ir trabalhar em Marketing na cidade de Londres acompanhando sua noiva.

Ao chegar lá e durante a comemoração da mudança recebe um telefonema comunicando a morte do pai.

Retorna a fabrica e descobre que ela está à beira da falência. Charlie recorre a um inusitado consultor criativo: uma drag queen cantor de cabaré – Lola.

Com um estilo de extravagante e os mais loucos designs, ele vai transformar a velha loja de sapatos na nova sensação da cidade e no desfile na tradicional Feira de Calçados de Milão.

Engraçado e original, Kinky Boots – Fábrica de Sonhos é a prova de que quem não arrisca não petisca e que é preciso estar atento a mudanças e aproveitar as oportunidades.

O que era para ser somente uma comédia de final de domingo se torna uma lição de humor sofisticado, de superação de preconceitos, dogmas e ação. Vale a pena assistir.

Título em português: Fábrica de Sonhos

Título original: Kinky Boots

Com: Linda Bassett, Joel Edgerton, Chiwetel Ejiofor

Diretora: Julian Jarrold

Gênero:Comédia

Origem: Reino Unido

Ano: 2005

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − quatro =