Segredos da alma feminina

Segredos da alma feminina

Picasso - Girl Mirror

Picasso - Girl Mirror

Toda mulher, de qualquer idade, quer ser independente. E o que significa, hoje em dia, ser uma mulher – acima de tudo – independente?

Há alguns anos não tinham muitas opções. Ser mulher significava, na maioria dos casos, ser casada, cuidar de um lar e dos filhos, ter cuidado especial com o marido e aos poucos, com os mais velhos da família. Depois da pílula, do voto feminino, da queima do sutiã e muitas outras revoluções, uma mulher precisa ser mais do que isso.

Mas o que precisa ser? O que significa ser independente?

Ter poucos filhos, não ter filhos, sair de um casamento assim como entram, não tolerar maridos rabugentos, trabalhar fora de casa, morar sozinha, não casar, apitar jogo de futebol, tomar cerveja com as amigas, falar de sexo, viajar para onde quer sem dar satisfação a ninguém, etc., significam independência?

Volta-se à questão: o que significa ser mulher? Ser mulher significa tudo isso ou o contrário disso? O que são e para quem?

A alma feminina é delicada, leve, aberta, tem força, entretanto, nos dias atuais, muitas mulheres precisam negar todas essas características que as tornam especiais – e que fazem com que os homens as olhem com tanto carinho. Não percebem que a independência que declaram é o que as fazem se isolar, sem entenderem o que acontece. Choram, mas negam o motivo pelo qual choram. Tornam-se pesadas porque têm medo de serem delicadas e não serem mais respeitadas. Tornam-se fechadas e deixam de ser espontâneas para que as pessoas acreditem no que fala. E aí passam a ser fracas.

Todas as mulheres são delicadas porque tornam tudo muito cuidadoso, se antes só cuidavam da casa, hoje podem cuidar de si mesmas.

Onde quer que estejam as mulheres gostam de leveza, não das coisas materiais, mas das situações que vive. Ser feliz é viver leve, estar leve.

A alma feminina é aberta, cada uma tem sua maneira de ser, mas a espontaneidade faz parte desta abertura. Ser espontânea é manter a alma aberta. Estão sempre abertas para serem atenciosas com os outros, para falar sobre tudo o que souberem, para rirem da vida. Cada vez mais, estão abertas para si mesmas.

A alma feminina tem força, enfrentam as dores de maneira diferente da dos homens. Com toda delicadeza, de leve, sentam e choram por aquilo que as faz sofrer, mas logo se levantam, mais delicada ainda, e continuam sua trajetória.

Não são todos esses fatos que as tornam independentes. O que as tornam independentes é o fato de poderem fazer as escolhas. Podem casar, podem ter filhos, cuidar de outras pessoas, usar ou não sutiã, não tomar pílulas e ainda assim serem independentes, porque o que as diferencia é a maneira com que fazem tudo isso.

Ter o poder de escolha, de fazer tudo isso do modo mais feminino possível é que definem a alma feminina de hoje, independente e dona de si.

Mesmo assim as mulheres continuam a ter seus medos. Ficar sozinha, não encontrar o verdadeiro amor, não parecer atraentes, não conseguir casar, o julgamento dos outros, assumir riscos, triunfar profissionalmente, são medos que ainda assombram a alma feminina.

O curioso que todos os temores femininos estão no âmbito emocional e a melhor maneira de eliminá-los é encará-los de frente e abertamente e depois jogá-los no lixo.

É hora de mudar, de crescer, enfrente o bicho papão interior sem receios, siga em frente e curta a vida como sempre sonhou.

8 thoughts on “Segredos da alma feminina

  1. Raquel

    Ser mulher é antes de tudo ser feminina, fêmea mesmo! E a fêmea é aquela que se encaixa ao macho e vice-versa! Ou seja…ser mulher é completar-se, antes de todas as necessidades da vida moderna, nos braços de um homem!

  2. Vera

    “… mais que independência a mulher busca aceitação, é difícil conciliar tantas atividades cotidianas como ser mãe, mulher, profissional, amiga, filha e ainda manter a doçura esperada por uma sociedade por vezes machista.
    O importante é ser autêntica, sem nunca perder a sensibilidade.”

  3. Carmen

    A mulher de hoje como vc diz no seu texto “ é independente e dona de si´´ sabe fazer as suas escolhas e isso incomoda muita gente.

  4. Deusa

    “Sonhar
    Mais um sonho impossível
    Lutar
    Quando é fácil ceder
    Vencer o inimigo invencível
    Negar quando a regra é vender
    Sofrer a tortura implacável
    Romper a incabível prisão
    Voar num limite improvável
    Tocar o inacessível chão
    É minha lei, é minha questão
    Virar esse mundo
    Cravar esse chão
    Não me importa saber
    Se é terrível demais
    Quantas guerras terei que vencer
    Por um pouco de paz
    E amanhã, se esse chão que eu beijei
    For meu leito e perdão
    Vou saber que valeu delirar
    E morrer de paixão
    E assim, seja lá como for
    Vai ter fim a infinita aflição
    E o mundo vai ver uma flor
    Brotar do impossível chão”

    Tenho escutado e cantado esta linda música…
    Minha fala através da letra e ou canção,
    pois, bem sei ela fala ao meu coração.
    Rimou….rsrs

  5. Fellina

    A alma feminina esconde segredos ainda não decifrados. Como na quantica sempre tem mais uma explicação para cada segredo. Como é bom saber que estamos no caminho certo.

  6. Danny

    Ser mulher é ter força para suplantar as desconfianças, sempre expressar o que sente, sonhar e viver para si própria também. Se amar para ser amada, se dar para receber e principalmente saber viver com suas próprias verdades.

  7. Silvia

    Ser independente é continuar sendo você mesma, é saber lidar com a beleza dos 20, com o medo de estar solteira aos 30, com preocupação dos 40 com os filhos, é ser você mesma em qualquer idade. A alma feminina é delicada, é romantica, é natural, é espontânea, a partir disso agradeço todos os dias por ser mulher e viver nesse universo maravilhoso, de alegrias, crises existenciais e o mais importante tendo sempre o toque de delicadeza, romantismo e simplicidade.
    Mulheres são mulheres, mais que independentes, são especiais, mulheres quando gostam não se preocupam se o AMOR da vida delas está um pouquinho acima do peso pela barriguinha de chopp, mulheres gostam com o coração e é isso o que nos diferenciam, todas nós somos independentes, cada uma com a sua forma de pensar, de sorrir, mas sempre com o seu brilho próprio.

Deixe uma resposta